Moro “retorna ao bolsonarismo” após fala sobre Petrobras

No Twitter, Moro e Deltan “retornam” ao cluster bolsonarista. Sem resposta para a questão do diesel, bolsonaristas culpam o PT e a Petrobras. Sem agenda definida, o lavajatismo volta a sinalizar para o bolsonarismo ao relembrar escândalos da Petrobras em gestões petistas.

Assim, sem direcionamento de atores centrais do bolsonarismo sobre como lidar com a pauta, atores bolsonaristas utilizam a narrativa proposta pelo lavajatismo para “justificar” o preço dos combustíveis no Brasil: a culpa é do PT.

Esse movimento volta a colocar no mesmo cluster atores ligados ao lavajatismo, como Moro e Deltan, e atores bolsonaristas, como Carlos Bolsonaro e Kim Paim.