Cinco perfis oficiais que confirmaram a compra da covaxin por Bolsonaro

Um dos argumentos da base bolsonarista para se defender das acusações envolvendo a Covaxin é que “a compra não foi feita”. A página oficial do ministério da saúde diz o contrário. Em 25/fev anunciava o investimento que FOI feito no valor de R$ 1,614 bilhão.

Imagem

Tweet de 03/03/21 feito pelo ministro Fábio Faria refuta o argumento utilizado pelo próprio bolsonarismo: ele afirma categoricamente que o governo Jair Bolsonaro COMPROU 20 MILHÕES DE DOSES DA COVAXIN.

Imagem

E a página do ministério não foi a única a registrar. Flávio Bolsonaro também anunciou o contrato assinado e as vacinas que chegariam em março. Vale ressaltar que essas vacinas nunca chegaram.

Imagem

Outro bolsonarista empolgado com a compra foi Bibo Nunes. Ele afirmou que o Brasil “já adquiriu” (em março) 20 milhões de doses da Covaxin.

Imagem

Por fim, até mesmo a elaboração do contrato foi anunciada por nada menos que o perfil oficial do governo no Twitter, que depois confirmou a compra: