Quem são os usuários que compõe o crescimento vertiginoso da página de João Dória no Facebook?

Capturei os comentários feitos pelos usuários do Facebook na página de João Dória nas últimas 50 postagens. O resultado foi a nuvem de palavras retratada aqui, a qual utilizei para explorar melhor alguns termos retratados abaixo juntamente com o número de vezes que foram citados.

Word Cloud.png

É interessante observar as potencialidades que advém dessa ‘mistura’ que compõe, atualmente, a página de João Dória. Ali, um agrupamento de usuários carente de maiores informações políticas encontra-se, cada vez mais, lado a lado com usuários engajados politicamente na defesa dos ideais liberais e conservadores.

Os usuários que visitam a página do atual prefeito de São Paulo, João Dória, aparentam se dividir, em uma análise macro – e rasa – em dois grandes grupos, compostos por: cidadãos que buscam ajuda para problemas cotidianos da cidade de São Paulo de um lado e usuários que compõe grupos e clusters de direita nas redes sociais online, quase sempre associados à criminalização de movimentos sociais, ataques ao ex-presidente Lula e ao PT e uma relação quase que, digamos, flertam quase que promiscuamente com a direita brasileira e em especial o deputado federal Jair Bolsonaro.

O termo Esperança [4095] retrata o sentimento de muitos usuários que vão até a página do prefeito. Ali, eles encontram espaço para pedir ajuda [1.795] para Problemas [3.829] que atingem seu Bairro [3.635] e região [2.862].

O principal ponto de reinvindicações é a Saúde [5.778]. Representado pelos mais diversos termos como Hospital [2.099], posto [2.054], exame [1.674], Médico [1.616], UBS [1.598], Hospitais [ 1.595], Remédio [1.435] e medicamento [1.006], é provável que a partir das próximas semanas se intensifique a divulgação acerca de programas como o Corujão da Saúde, principal bandeira de Dória durante boa parte do período eleitoral.

A ideia do lixo não é à toa. O termo foi citado 3.553 vezes pelos usuários na página de João Dória, acompanhado de limpeza [1.997] e limpa [1.902].

O alto número de termos ligados a questões que transcendem a política municipal paulistana, entre eles Presidente [6.764 ocorrências] e Bolsonaro Presidente [3.212] chama atenção para um perfil diferente de usuários. O alto número de menções pode ser fruto de uma forte interação da página oficial de João Dória com a página MBL – daí a agressão contra o ex-presidente Lula [1.531] e publicada dias atrás na página oficial do prefeito. Na verdade, é provável que a ideia aqui tenha sido dialogar com essa rede que o MBL “empresta” à página de João Dória.

Salvar.png

O nome de Haddad [2.440] também aparece em várias oportunidades, bem como seu partido, o PT [1.822].

Enquanto esses usuários que compõe o ‘agrupamento conservador/direita’ buscam a todo custo inflar a divulgação do atual prefeito e, assim, comprovar a eficácia de sua ideologia, outros usuários buscam apenas reivindicar melhorias para seus bairros e regiões, tendo em vista a esperança que depositam sobre o prefeito elogiado e apoiado constantemente, durante seus primeiros dias de mandato, pela mídia na TV, rádio, jornais e redes sociais online.

Inúmeras hipóteses podem advir dessas observações, como o estopim de uma potencial candidatura para 2018 e/ou uma descrença enorme nos próximos meses frente a toda esperança depositada no atual prefeito, resultado de uma propaganda incessante que o coloca como ‘salvação’ para a cidade. Fato é que, no Facebook, João Dória apresenta nos últimos dias um crescimento assombroso: 46,3% em relação aos últimos sete dias, um total bruto de 279.943 usuários novos em apenas duas semanas de mandato.