Número de mortes aumenta. cobertura da imprensa sobre a COVID-19 despenca. Por que?

Número de mortes aumenta. Matérias e reportagens da imprensa sobre a COVID-19 caem consideravelmente. Por que? Atendendo a quem? Por que não reafirmam quão criminosa é a reabertura em várias cidades brasileiras? Quem banca esse “estado de congelamento editorial” da imprensa?

Imagem

Nesse outro gráfico a queda no volume de publicações/interações sobre o tema no Facebook.

Imagem

Notícias com maior engajamento na semana passada:

• Brasil é 2º com maior número de curados da covid-19 no mundo (R7, 718 mil shares);

• Declaração de médicos de UTI e órgão da saúde indica que vamos vencer o vírus (Plantão ao vivo, 684.1 mil shares);

• Coronavírus: Após oração de Papa com Crucifixo Milagroso, milagres começam acontecer (Plantão ao Vivo, 502 mil shares);

• Coronavírus: Brasil vai começar a testar vacina de Oxford para Covid-19 (Veja, 429.7 mil shares).

Reforço: o “estado de congelamento editorial” é criminoso. Abre espaço para portais duvidosos desinformarem, criarem um clima que reforce a importância de voltarmos a uma rotina normal QUE NÃO EXISTE MAIS.