As 20 notícias mais virais nas redes sociais – 30/07/2020

*atualizado às 08:30h

  1. Banco Central anuncia que lançará cédula de R$ 200;
  2. Papa agradece MST por distribuir toneladas de alimentos;
  3. Ações da Natura disparam 6,73% e registram maior alta do Ibovespa;
  4. Deputada parabeniza decisão de Bolsonaro de colocar presos;
  5. Por que em vez do Felipe Neto, Barroso não debate com Caio Coppolla?
  6. Quero rosas brancas enfeitando meu caixão’, disse técnico de enfermagem à mãe antes de ser entubado e morrer de Covid;
  7. Técnico de enfermagem de 22 anos se despediu antes de morrer de covid;
  8. Natura se pronuncia após polêmica com Thammy Miranda em campanha do Dia dos Pais;
  9. Marcelinho coloca camisa do Corinthians em Bolsonaro e acaba demitido;
  10. Madonna tem post apagado por defender uso de cloroquina;
  11. Marcelinho é demitido depois da ‘presepada’ com Bolsonaro;
  12. Cynara: bolsonarismo só existe porque a mídia alimentou o ódio a Lula;
  13. Felipe Araújo posta foto de Fábio Assunção e manda recado: ”Felicidade em ver isso é tão grande”;
  14. “O Brasil vai ter que escolher entre China ou Estados Unidos”;
  15. Major diz que PM comete abusos há 188 anos: “e sempre vai fazer”;
  16. Santa Catarina amanhece abaixo de 0°C nesta quinta-feira;
  17. Bissexual assumido, cantor Netinho reforça apoio a Bolsonaro e detona agenda LGBT: “Só pensam com o fiofó”;
  18. Volta às aulas: Professores realizam protesto contra a reabertura das escolas em SP;
  19. Pais poderão decidir se filhos voltam ou não para a escola em São Paulo;
  20. Toffoli propõe quarentena de oito anos para juízes e procuradores disputarem eleição.

PROPOSTA: A ideia da lista é questionarmos, de alguma forma, as câmaras de eco que encontramos regularmente nas redes sociais online. A lista segue um cálculo que envolve velocidade com a qual as notícias foram compartilhadas e o volume de interações que elas receberam no Facebook e no Twitter. Provavelmente vocês serão expostos a notícias que a-) não faziam ideia de que existiram e; b-) jamais compartilhariam nas suas redes sociais online. O objetivo é exatamente esse: nos depararmos com aquilo que não necessariamente faz parte do nosso agrupamento.